Estudante dos Anos Finais do Ensino Fundamental

Projeto 13 - Pesquisa de ferramentas gratuitas para criação de jogos matemáticos a serem aplicados em aulas remotas de matemática

Celline Stefanie Silva Pena

Cientista do 9º ano do Ensino Fundamental

Carolina Afonso Oliveira Pimentel

Orientadora

Escola Municipal Etelvina de Oliveira Guimarães

Juatuba, Minas Gerais

Em 2020, com a pandemia causada pelo novo coronavírus (SarsCov2), para preservar a saúde e a vida da população, as aulas ocorreram de forma remota. Assim, foi necessário utilizar ferramentas digitais de comunicação e informação tecnológica (TDICs) para possibilitar as atividades escolares. Contudo, muitos alunos da rede pública de ensino brasileira tem acesso limitado às tecnologias. O professor teve que se reinventar diante desse cenário. Segundo Pagamunci (2020), o uso de tecnologias em aulas obriga o professor a mudar sua metodologia docente e a condução do processo de ensino. Além do que, se depara com instabilidades nas ferramentas oferecidas e imprevistos que o seu uso pode gerar. No ensino da matemática essa temática fica mais complexa. Segundo Abreu (2013), a matemática é uma linguagem expressa por símbolos, o que dificulta a compreensão de instruções e a realização das operações aritméticas. A barreira encontrada pelo professor foi associar aprendizagem efetiva às ferramentas de trabalho disponíveis. Além disso, em alguns municípios o acesso gratuito à internet aos alunos não é possível, inviabilizando a obrigatoriedade das aulas remotas. Este fato aumentou o desinteresse pela disciplina e diminuiu a participação nas aulas. Assim, o presente trabalho tem como objetivo buscar ferramentas digitais gratuitas para elaboração de jogos aplicados em aulas remotas da disciplina de matemática, promovendo maior interesse nessa disciplina. A metodologia adotada baseia-se em pesquisa bibliográfica que envolve elaboração de jogos utilizando ferramentas gratuitas, elaboração dos jogos e a sua aplicação em aulas remotas de matemática. Os jogos foram elaborados com o conteúdo do 9° Ano, em que foi constatado menor participação em aulas. Para respeitar o plano de ensino das escolas municipais de Juatuba, o conteúdo aplicado nos jogos foi “Conjuntos Numéricos”. As ferramentas digitais utilizadas foram: PowerPoint, Google Formulário e o site Flippity. Dessas três, a única que não apresentou resultados satisfatórios foi o PowerPoint, pois muitos alunos não possuem pacote office nos seus dispositivos móveis. Concluiu-se que o uso de jogos matemáticos em aulas remotas do município de Juatuba aumentou o interesse e a participação das aulas de matemática desde que as ferramentas sejam acessíveis, gratuitas e com linguagem simples. 

Palavras chave: Ensino remoto, Jogos matemáticos, Pandemia.

Resumo Científico

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Converse com os participantes

cellinestefanie@gmail.com

Prêmio Jovem Cientista

Veja outros Trabalhos

O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Programa Municipal de Iniciação Científica de Juatuba – PROMIC Juatuba. O PROMIC Juatuba é fruto da parceria entre a Associação Mineira de Pesquisa e Iniciação Científica – AMPIC e da Secretaria Municipal de Educação de Juatuba.

Programa Municipal de Iniciação Científica de Juatuba – PROMIC Juatuba

Coordenação
Letícia Mara Diniz Ferreira